Criptografia de áudio em rede da Shure reforça a segurança

A Shure apresentará na ISE 2018 produtos que contam com a Criptografia de Áudio em Rede. 

Amsterdã, Países Baixos, 6 de fevereiro de 2018 — A Shure apresentará na Integrated Systems Europe (ISE) de 2018 produtos que contam com a Criptografia de Áudio em Rede da empresa para proteger conexões de áudio em rede entre produtos da Shure contra violações de segurança. A tecnologia protege conteúdo confidencial sem comprometer a qualidade do áudio. A Criptografia de Áudio em Rede da Shure se baseia no algoritmo AES-256, que tem sido amplamente adotado por importantes instituições financeiras, instituições públicas e prestadores de saúde preocupados com a segurança dos dados. Mesmo com essa crescente conscientização, até o momento, não havia um recurso de segurança robusto para proteger sinais de áudio em rede.

“A confidencialidade é uma preocupação para todos os tipos de organização”, comentou Chad Wiggins diretor sênior da categoria de produtos de sistemas em rede da Shure. “Com o áudio sendo transmitido cada vez mais por rede, é importante controlar quem pode acessá-lo.”

A Criptografia de Áudio em Rede da Shure utiliza uma senha segura em cada equipamento da fabricante, e somente equipamentos da Shure com a senha correta permitem a reprodução do áudio. Ao habilitar a Criptografia de Áudio em Rede da Shure, o áudio Dante é criptografado antes de ser enviado pela rede. Quando é recebido por outro equipamento da Shure compatível com esse recurso, o sinal é descriptografado e encaminhado para processamento IntelliMix® ou conversão analógica.

“Essa é uma ferramenta de segurança muito valiosa para gestores de TI”, prosseguiu Wiggins. “Ainda que nenhuma rede seja totalmente segura, a Criptografia de Áudio em Rede da Shure pode ser combinada com outras medidas de segurança de rede, como controle de acesso a dispositivos e particionamento de rede, para criar uma solução de segurança com várias camadas.”

A Criptografia de Áudio em Rede da Shure será disponibilizada com os microfones de teto e mesa Microflex® Advance™, o Processador de Audioconferência P300 e algumas interfaces de rede de áudio no início de 2018, e com o Microflex® Wireless a partir do final do ano. O recurso pode ser adicionado a esses produtos que já estiverem instalados com uma atualização de firmware.

Para consultar mais informações sobre a Criptografia de Áudio em Rede da Shure, visite o estande 3- B110 da Shure na ISE 2018 ou acesse www.shurebrasil.com.